sábado, 5 de dezembro de 2009

Flamengo, meias e vacina


Vocês não acham incrível que no Rio de Janeiro as pessoas fiquem 2 dias na fila pra comprar ingresso pro final do campeonato e não eram poucas pessoas não, 15 mil, é gente que não acaba mais, e isso não é um fenômeno apenas lá não, acontece em todo lugar com toda certeza, mas em compensação ninguém se manifesta com o dinheiro na meia, na cueca, na bolsa e sei lá onde mais.
Acho tão engraçado esse povo que fala que brasileiro adora falar mal de brasileiro, mas vem cá, falar o que diante desses fatos, brigam porque faltou ingresso mas não se importam que tão levando nosso dinheiro pra falcatruas, isso anos após ano, governo após governo, tem como falar bem de um povo assim? Anos atrás eu li em algum lugar que brasileiro na época da ditatura aprendeu que só podia falar de suas mazelas através do humor e carregamos esse fardo até hoje, não aprendemos ou não nos importamos o suficiente para mudar esse contexto.
Eu me sinto uma idiota toda vez que cumpro meu dever de cidadã de não estacionar em cima da calçada, de não entrar na contra mão, de se por acaso ser multada não oferecer agrado nenhum ao cidadão que está cumprindo seu dever, pois eu mereço a multa por ter feito algo errado, quando reciclo meu lixo, quando cato lixo na rua e ponho na lixeira, e tantas outras coisas que faço tentando ser uma boa cidadã, mas eu me sinto uma idiota quando penso que todos deveriam agir assim e não apenas achar que a corrupção só acontece na esfera federal, estadual ou municipal, então enquanto esse povo fala que falar mal de nós mesmos é clichê que eles me apontem atitudes gerais e não isoladas que merecemos falar bem de nós mesmos.

Mudando o rumo da prosa, minha pequena foi adotada, segunda-feira vai pra casa nova, ai que dor no coração, após três meses quase acho que ela é parte integrante da casa, mas ela precisa ir para dar lugar aos outros que ainda precisam vir.
Quinta ela tomou vacina, nossa sexta ela tava acabadinha, toda molinha, sem querer comer e isso pra ela significa tá mal mesmo, hehehe, mas pela noite ela já melhorou e voltou a comer como sempre.
Vamos todos sentir falta dela, Gatta deve ser a que mais vai sentir, pois passam brincando o dia todo, principalmente de manhã muito cedo em cima da nossa cama, disso eu não vou sentir falta alguma com toda certeza.
Mas que ela vá, seja muito feliz e faça sua nova família muito feliz também, todos merecem.

Beijos e bom final de semana!

4 comentários:

Arte dos Gatos disse...

Oi, concordo plenamente com seu post, mas não sinta-se idiota por fazer as coisas certas, a gente tem que fazer a nossa parte, se os outros não fazem, não podemos obrigá-los não é mesmo?
Que bom que a gatinha foi adotada, como vc disse, precisa dar lugar a outros que estão aí procurando um lugarzinho pra ficar!
Bj e bom domingo!

Claudia disse...

Felina,

Obrigada pelo comentário sobre o Junior. Um ano de saudades do meu primogênito.

Sabemos que cidadãos conscientes dos seus deveres e direitos ainda são poucos, mas precismaos perseverar para que sejamos maioria.
bjs e uma ótima semana

Gisa disse...

Nada vale mais que uma consciencia tranquila. Que tua inquilina seja muito feliz no novo lar! Beijos e uma ótima semana

Gata Lili disse...

Assino embaixo. Falta mais consciência aos brasileiros. Tudo de bom para você esua pequena em seu novo lar!