segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Das incongruências da mente humana

Eu fico aqui pensando com meus botões do por que as pessoas fazerem algumas coisas, se é porque se espera que faça isso, se é porque acredita ou sei la que motivo doido.
Minha pergunta se refere ao batismo, hoje vendo o álbum do batizado de uma conhecida fiquei maquinando, nunca soube que esse casal algum vez pos os pés em uma igreja, não sei se rezam e passam isso pra filha, mas foram lá e batizaram, foi porque todo mundo batiza e se espera essa atitude dos pais, ou realmente acreditam mas nunca frequentam a igreja porque é chato acordar cedo no domingo e ouvir 1h de sermão, mas quem professa a fé acho que isso faz parte do pacote ou é algo mecânico, tipo todo mundo faz eu tenho que fazer também, minna irmã que não batizou seus dois filhos frequenta a igreja, não regularmente, ainda mais agora morando no Japão, mas sempre agradecem antes das refeições, passam esses valores pros filhos, tanto que recentemente meu cunhado ficou alguns dias fora e meu sobrinho de quase 3 anos disse que ele ia fazer o agradecimento igual ao pai.
As pessoas realmente acreditam em Deus ou apenas estão acostumadas com a ideia de Deus?
Eu ainda não cheguei a uma conclusão sobre a existência de um deus ou não, pelo menos dessa forma que querem que todos acreditem, quanto a igrejas abomino todas, não consigo entender como que algo que deveria ser para fazer o bem, ajudar pessoas sirva para matar, discriminar, segregar e ditar normas de postura ou outras coisas, eu sei por mim mesma o que é certo e errado, e garanto que faço muito mais que algumas pessoas que vivenciam a tal igreja, mas vai entender a cabeça do ser humano não é mesmo?
Mas que eu queria ter uma igreja isso eu queria, Bispa Sônia é minha ídola, a mulher lá presa na mansão dela em Miami e pregando pela internet e o povo ali firme com sua contribuição mensal, isso que é poder de persuasão, quando crescer quero ser assim, afinal do meu ponto de vista é tudo um comércio, alguém precisa acreditar em algo e outro alguém está ali oferecendo o tal consolo espiritual, mas como eu não tenho esse dom vou é fazer meu trabalho pra faculdade mesmo, garantir pelo menos uma nota boa nessa avaliação.
Beijo!

3 comentários:

Luciana Håland disse...

Menina, queria ter esse dom também, e ganhar rios de dinheiro com a fé alheia - ou seria falta de fé de verdade? - direto do conforto da minha mega mansão.

Quanto ao batismo eu também não entendia isso, mas minha irmã que mora na Itália e vai batizar o filho no Brasil, mesmo que eles não sejam assim nada religiosos, me disse que as criancas que não são batizadas sofrem perseguicões na escola, a gente sabe como é, a crueldade do ser humano comeca logo cedo, então rola assédio moral para os pequenos sem batismo. Então fica mais fácil fazer o tal ritual e evitar problemas, afinal as igrejas pipocam pelo mundo e é tudo meio que financeiro mesmo.Ui, tô fora.

Beijo

Lucia Cintra disse...

Levei tempo, mas hoje eu nao acredito em Deus e estou vivendo a melhor fase da minha vida.

Quando era mais jovem, eu jurei que se tivesse fihos, nao ia batiza-los, nem tortura-los com a eucaristia (me lembro que foi tortura pra mim de tanto que odiava ir as aulas obrigatorias).

Eu acredito que as pessoas fazem isso porque eh o "normal", nao pq realmente acreditam no ato.

bjos, Lu

Blog do Beagle disse...

Estou na mesma sintonia. Pena que faz muitos anos que não preciso fazer trabalho de faculdade.Bj. Elza