sábado, 13 de março de 2010

Relatos de uma viagem




Então fomos para o Fim do Mundo, mas antes passamos em El Calafate, que fica distante cerca de 1000 km de Ushuaia, a cidade mais austral do mundo, na Terra do Fogo, Patagônia Argentina.
Em El Calafate fizemos um dos passeios mais maravilhosos da nossa vida, caminhamos num glacial, o Glaciar Perito Moreno.


O glacial é algo vivo, pois pra ter essa classificação ele precisa crescer, cresce 2m por dia, a sensação quando estávamos chegando perto era algo indiscritível, ver algo tão lindo, tão grande e perfeito ao extremo, ao menos para mim a vontade era de chorar, não me envergonho em dizer que meus olhos ficaram cheios de lágrimas, tamanha a magnitude e beleza.
A caminhada de 2h é show, eles colocam os grampões em nossos sapatos, nos ensinam a técnica de subir, com os pés sempre afastados, tipo pato e de descida, com os pés em paralelo, virados pra frente, joelhos flexionados, coluna mais para trás e quadril encaixado, que técnica hein? Me salvou de um belo tombo.
A todo momento se desprendem placas enormes de gelo, parecem trovões e formam ondas enormes, procurem no youtube "glaciar perito moreno rutpura 2008", foi a última grande quebra que teve.
Após a visita e a caminhada voltamos para o ônibus para vê-lo das passarelas que ficam do outro lado da ilha, caraca, ai sim tu percebe como somos um nada no universo, aquela imensidão branca e azul, a luz refletida deixa enormes partes azuis no gelo, na plataforma mais baixa que fica mais próxima ao glacial o silêncio é absoluto, ninguém conversa, todos esperando ouvir o som do gelo quebrando pra apreciar a espetáculo da queda dos blocos de gelo na água.

No dia seguinte fizemos um passeio de 4x4, subindo a 1 km de altura, um vento que se eu fosse mais leve tinha me carregado cordilheira a fora, a vista do Lago Argentino, o 2º maior do mundo ficando atrás apenas do Chichicaca, é algo surreal também, água azul em contraste com as montanhas com neve de um lado e do outro montanhas marrons pela vegetação, o passeio termina com um almoço numa estância linda, com comida deliciosa.



Partimos finalmente para Ushuaia, a última cidade do mundo, chegar lá foi um sonho realizado, há muito tempo planejo conhecer aquele pedaço de terra, lembro de ser pequena e ler no mapa "Terra do Fogo" e pensar por que raios terra do fogo se só tem gelo? Nada como viajar pra aprender, quando os europeus chegaram para colonizar e catequisar a primeira visão que tiveram era de muita fumaça saindo do meio da mata, eram os índios que viviam NUS, isso mesmo peladões e usavam o fogo pra se manterem aquecidos, lógico que os bondosos padres ficaram chocados com o povo nu e tratou de por roupa, resultado, em quarenta anos dizimaram a população, eu não lembro do número exato, mas ficou tipo apenas uns 1500 nativos, além das doenças trazidas as roupas que não deixavam o corpo deles secar os matava, a caça desenfreada dos leões marinhos, alimento para os índios e que também usavam a gordura do bicho para passarem no corpo pra se protegerem do frio, isso tudo fez que hoje exista apenas UMA descendente daquela povo, quando ela morrer acabou tudo.




Fizemos também um passeio de catamarã para ver os leões marinhs e os pinguins, pegamos uma briga dos leões, um deles tava todo cheio de machucados na cabeça, a natureza é linda mas assusta algumas vezes.

Outro passeio legal foi conhecer dois lagos lindos, Lago Escondido, o que aparece na primeira foto do post e o Lago Fagnano, esse bonito mas nada de tirar o fôlego.

O legal desse passeio foi que a guia explicou que passamos de um lado da cordilheira para o outro e que o lago é único local do mundo onde se pode passar por cima da união de duas placas tectônicas, a placa americana e a polar, eu nunca iria imaginar isso, acho que isso não se aprende na escola.

Terminamos esse dia com almoço numa estação de inverno, Terra Mayor, onde no inverno se faz passeio de trenó puxado por huskies, malamutes e cães polares, eles fazem um luau pela noite, saem com os trenós e param, acendem fogueira e ficam lá curtindo a espetáculo, quero voltar no inverno pra fazer esse passeio, li que é imperdível.




No último dia foi o do passeio pelo Trem do Fim do Mundo, Ushuaia foi no início de sua história uma presídio e esse trem era usado pelos prisioneiros para irem buscar lenha na floresta para manter aquecido o presídio todo, o guia contou que eles preferiam enfrentar a agruras do frio à ficarem nas celas, devia ser um inferno congelado aquilo.



Uma grande atração da ilha de Ushuaia são as castoreiras, na década de 60 ou 70, não lembro direito agora, os ingleses tiveram a brilhante idéia de levar castores, 25 casais, para iniciarem uma indústria peleteira, os castores se adaptaram facilmente, mas a pele não ficou com a qualidade que eles desejavam, como resolveram o problema? Soltaram nas matas, hoje são mais de 100 mil e comem tudo que tem pela frente, constroem diques que acabam derrubando as árvores, enfim, um grande problema que eles não sabem como lidar e tem ainda os coelhos também, outro problema local. O equilíbrio do ecossistema de uma ilha é algo muito delicado, depois de quebrado fica difícil recompor, hoje eles tentam de todas as formas diminuir os danos, mas não sei se o homem ganha a guerra por lá não.
Depois fomos para Buenos Aires, gente agora eu entendo porque argentino é tudo metido, que cidade é aquela e olha que só demos uma voltinha rápida, pois chegamos no início da noite, amei, quero morar lá, hahahaha.
Bom foi isso, vou ver se minhas habilidades alcançam criar um álbum no picassa pra por mais fotos para quem se interessar dar uma olhada.
Recomendo o passeio para todos, além das paisagens, da história, a quantidade de gente do mundo todo que encontramos é incrível, até da China tinha, vocês acreditam?
E a quantidade de velhinhos, caraca, parecia excursão da 3ª idade, ahahaha, sempre pensei que velhinho gostasse de calor, mas tavam tudo lá no frio, fico pensando de que raios de lugar congelante eles sairam para irem parar lá que também tava frio.
Eu amei meu passeio, foi tudo que esperava e mais!
Beijos e bom domingo!


PS: acho que consegui criar o álbum no picassa, cliquem ai pra verem as outras fotos!


Ushuaia

11 comentários:

Ana Paula Cantos de Casa disse...

Uau! Que viagem! Adorei seu relato. Adorei seus bichos! Visite os meus também http://cantosdecasa.blogspot.com . Abraço.

olho de bicho disse...

Que viagem maravilhosa, fiquei embasbacada com as fotos, imaginei vc lá de verdade, deve ser realmente de se emocionar.
bjs

Ana Paula Cantos de Casa disse...

Oi Felina, vim agradecer sua visita. Obrigada, abraço!

Claudia disse...

Felina,
Que viagem incrível!
As fotos estão lindas!
Vou confessar que olhar esse gelo todo me deu uma pontinha de inveja...rs!

Naquele calorão de fevereiro aqui no Rio, meu marido fazia questão de ver as olimpiadas de inverno, no Canadá, só pra ter a sensação de estar lá naquele friozinho. rs!
bjs

Gata Lili disse...

Nossa, que linda viajem...amooo viajar.

Ashen Lady disse...

Ai desde que eu e o marido fomos pra Buenos Aires estamos morrendo de vontade de ir para Mendonza, Ushuaia e Patagônia.
Argentinamos.

Camila Hareide disse...

O sonho da minha vida é ir pra esses lados! Que linda viagem! Belas fotos...

abraço

Ana Paula Cantos de Casa disse...

Oi Felina, você tem razão: esses quadradinhos são muito antigos, mas até hoje fazem sucesso, acho que é por sua versatilidade. É possível muitas coisas com ele, inclusive o vestido, como você viu. Eu usaria numa boa. Seus bichos são lindos e fofos. Um beijo pra vocês.

Cães e Focinhos disse...

nossa amiga que viagem mais chique........lindoooooo

Luciana Håland disse...

Vou dar uma olhada nas outras fotos, essa sua viagem foi show demais.
Beijo e um excelente final de semana.

Silvia disse...

Ahhhhhhh
que coisa mais linda!!!!
incríveis as histórias, as fotos... que delícia de viagem!!! e que frio é esse, existe isso mesmo? kkkkk
Bjocas!