terça-feira, 9 de junho de 2009

eu quero morar em hotel




Semana passada marido foi para Luis Eduardo Magalhães, no oeste baiano e eu fui junto, cidade longe pra caramba, quase 900 km, então resolvemos que iamos dormir no meio do caminho, em Lençóis, na chapada diamantina, cidade menos que pequena, uma gracinha, ficamos numa pousada deliciosa, após o check-in perguntamos pra recepcionista onde poderiamos ir, fazer um passeio rápido, por causa do horário e também sem guia, ela disse que ali na cidade mesmo tinha uma trilha rápida de uns 2 minutos apenas, que ia até o rio onde até banho poderiamos tomar, nos deu até o mapa mostrando o caminho, poi sbem, lá fomos nós 2 experientes trilheiros, caminha 2 min, 5 min, 15 min, acho que essa menina é doida, 2 min em que dimensão de tempo e espaço? erramos a trilha, devia ser naquela bifurcação à direita, desce tudo e pega a trilha da direita, caminha mais uns 15 min e nada, meu fala sério, como que erramos tão feio assim, se até mapa ela deu.


Fomos comer e dar uma volta na "cidade", fomos numa agência ver como funcionam esses tais passeios e comentamos com o guia sobre nossa tentativa, óbvio que pegamos o caminho errado, mas ainda bem que ele disse que todos cometem o mesmo erro, pelo menos não passamos vergonha sozinhos, o que nos induziu ao erro foi ter visto um pessoal caminhando em direção ao local onde fomos, pois antes de irmos pra pousada demos uma volta pelo local e vimos esse grupo caminhando nessa direção, ai partimos do pressuposto que era aquele o local e nem olhamos o mapa, ai viu, gente da cidade grande é fogo mesmo, tudo perdido.


Mas após essa tentativa frustrada cheguei a conclusão que nasci mesmo pra fazer trilha em shopping, sou expert.


No dia seguinte rumamos para Barreiras, cidade que fica ainda 90 km de nosso destino final, mas como na cidade onde marido ia fazer a palestra não tinha mais hotel ficamos então em Barreiras, gentemmmmmmm eu quero morar em hotel!!!!É só pensar em querer alguma coisa que o room service deixa dentro do quarto, ai eu nasci pra isso, pra ser rica, $ó me falta um pequeno detalhe $$, sopinha, chá, café extra, meus sais, preciso começar a jogar na mega sena urgente. E o bom de cidade pequena que tudo custa pouco, essa mordomia toda foi quase de graça.


Na volta dormimos em Lençóis de novo e decididos a fazer a trilha certa fomos lá nós de novo, dessa vez deu certo, muito lindo o local mesmo, um rio cheio de pedras, bem largo, maravilhoso.


Mas o melhor de tudo era a pousada, no meio do mato, dormir com o barulho dos grilos, acordar com os passarinhos, ver as estrelas, bom de mais e pra completar o cenário, choveu as duas noites, adoro dormir com barulho de chuva.


Depois tenho que contar dos filhos que ficaram em casa, esses quase me matam de vergonha, ao menos um deles.




Beijos e boa semana!!

5 comentários:

Gisa disse...

É muito bom uma mordomia de vez em quando! Eu também acho ótimo, só que logo bate a saudade de casa, dos filhotes... Conta logo do que os filhotes aprontaram que eu sou curiosa! E os fungos, todo mundo curado? Bjs

Claudia Goulart disse...

Viajar é sempre bom, né?
Ainda mais quando é para um lugar diferente da onde moramos.
Silêncio, rio, bichinhos...

Feliz dis dos Namorados!
bjs

disse...

eu não gostaria de morar em hotel. gostaria de morar no meio do mato, só com bichos! :)

grilos e a turminha de insetos do lado de fora de casa, claro!

Blog do Beagle disse...

Nossa, que delicia. Adoro esses passeios, as pousafas do interior, as comidinhas cheirosas e apetitosas... Eu confesso que estou como vc: trilheira de shopping... que vergonha! BJkª. Elza

Luciana Håland disse...

Seu passeio deve ter sido ótimo.
O que acho melhor de hotéis é o café da manhã, não gostaria de morar em hotel, mas queria ter café da manhã de hotel todos os dias.
Beijo